27 de outubro de 2015

Prefeitura vai na contramão da preservação ambiental e veta projeto dos copos de plástico descartáveis

Com essa medida, Executivo municipal perde oportunidade de dar importante passo em favor da bandeira ambiental, dando exemplo de um município que investe na preservação do meio embiente

A Prefeitura de Contagem vai de encontro com a preservação do meio ambiente e veta projeto lei, de autoria do vereador Obelino, que substitui o uso dos copos de plástico descartáveis pelos de material biodegradável ou de material considerado sustentável nos poderes Executivo e Legislativo municipais, bem como nos órgãos da administração direta e indireta.

A Prefeitura argumenta que a proposta gera custo para o município, dizendo que os copos de material sustentáveis são mais caros que os de plástico descartáveis. “A proposta apresentada cria ônus para a administração pública, sem, contudo, indicar a respectiva fonte de custeio, gerando impacto negativo nas contas públicas. Isso porque, atualmente, os copos produzidos com os materiais de que trata o referido projeto de lei possuem um custo muito superior aos de plásticos”.

Com essa medida, o Executivo municipal perde a oportunidade de dar um importante passo em favor da bandeira ambiental, dando o exemplo de um município que investe na preservação do meio embiente.

O veto do prefeito volta para a Câmara Municipal, para apreciação dos vereadores. Em caso de aprovação do veto, o projeto será arquivado; e, se for derrubado, a nova lei é sancionada.