1 de dezembro de 2015

Prefeitura vai isentar empresas de ônibus e aumentar imposto do contribuinte

Projeto será colocado em votação na próxima reunião plenária, marcada para sexta-feira, 4 de dezembro. O vereador Obelino deu parecer contrário ao projeto

Enquanto a Prefeitura de Contagem pretende aumentar o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) de 2,5% para 3%, as empresas de ônibus da cidade receberão o perdão de aproximadamente R$ 2,5 milhões de dívidas com o município. 

O projeto será colocado em votação na próxima reunião plenária, marcada para sexta-feira, 4 de dezembro. O vereador Obelino deu parecer contrário ao projeto, porém, foi voto vencido dentro da Comissão Permanente de Legislação e Justiça.

“A gente não sabe a razão da isenção, não justifica o porquê da isenção. Mesmo porque as empresas de ônibus prestam um serviço de qualidade duvidosa na cidade. A População reclama muito das condições da prestação desse serviço”, diz Obelino.

Se por um lado a Prefeitura está beneficiando as instituições privadas, por outro vai onerar ainda mais o contribuinte com o aumento do ITBI. “Essa medida afugenta as pessoas do município para outras cidades. Que contrapartida é essa, isenta empresa de ônibus e penaliza o contribuinte”, indaga o parlamentar.

Obelino se diz muito preocupado com os contribuintes de Contagem e com os operadores do direito, que vão ser penalizado com o aumento do tributo.