9 de abril de 2009

Obelino diz não para aumento de vereadores na Câmara

Para o vereador, ainda poderia-se diminuir o número de parlamentares municipais

O vereador Obelino Marques (PT) não concorda com o aumento do número de vereadores nas Câmara Municipais. Para o vereador, ainda poderia-se diminuir o número de parlamentares municipais.

A fala do vereador vem de encontro a um estudo desenvolvido pela ONG Transparência Brasil, cujos dados demonstram que o parlamento Brasileiro é o 3º mais caro do mundo. “Nosso estado é o que tem o maior número de municípios no País e muitos dependem exclusivamente do Fundo de Participação, não tendo recursos suficientes para equilibrar investimentos sociais e manutenção das Câmaras”, afirma o vereador. Obelino ainda pondera que a qualidade do parlamento não está ligada a quantidade de parlamentares. “Penso que aumentar o número de vereadores não aumenta a qualidade do trabalho parlamentar. Aliás, defendo inclusive, a diminuição, porque se forem menos parlamentares, a população poderá fiscalizar melhor o trabalho de cada vereador, ou deputado”, declara.

 Antes de fazer o pronunciamento na Câmara Municipal de Contagem, o vereador esteve reunido com o vereador de Belo Horizonte, Arnaldo Godoy (PT), e decidiram que iriam requerer da bancada federal, bem como da instância nacional do Partido dos Trabalhadores, um posicionamento sobre o tema. Segundo os parlamentares, o argumento de que o aumento do número de vereadores, não está vinculado ao aumento no custo de manutenção das Câmaras municipais, não justifica-se, pois a proposta de aumento das bancadas legislativas, está divorciada do desejo da população.