16 de dezembro de 2015

Com voto contrário do Obelino, foi aprovado projeto que aumenta imposto e isenta empresas de ônibus

Votação em segundo turno dos projetos serão realizadas em reunião extraordinária que será realizada na sexta-feira, 18 de dezembro

Apesar do posicionamento contrário do vereador Obelino aos projetos que isenta empresas de ônibus, aumenta impostos sobre o contribuinte e faz inúmeras doações de terrenos públicos para empresas, todos os projetos foram aprovados em primeiro turno durante votação relâmpago que aconteceu na Câmara de Contagem no dia 15 de dezembro.

O vereador Obelino  disse que não entendeu muito bem os objetivos dos projetos. “Gostaria de saber quem serão os beneficiados. Foi tudo muito rápido. Seria necessário mais tempo para estudar os projetos para depois votar. A rapidez com que os projetos chegaram, foram votados e aprovados deixa muitas sombras de dúvidas”, explica o parlamentar.

Segundo a própria prefeitura, o perdão dos créditos tributários relativos ao ISSQN vai resultar numa diminuição anual de 2 bilhões, 160 milhões de reais na receita municipal.

Para aumentar efetivamente a arrecadação, a alíquota do ITBI vai passar de 2,75 para 3%, para arrecadar mais 50 milhões em 2016.

A votação em segundo turno dos projetos serão realizadas em reunião extraordinária que será realizada na sexta-feira, 18 de dezembro.